Posts

Inspeção baseada em risco conforme API580.

A metodologia da IBR consiste na estimativa da frequência de falha e na determinação da consequência dessa falha, calculando-se o risco através do par (frequência, consequência).

A frequência, quando não conhecida com exatidão, é estimada através de frequência de falhas genéricas e aplicação de fatores modificadores.

A consequência considera a segurança, perdas econômicas e o impacto ambiental.

O risco poderá ser aplicado de forma qualitativa, quantitativa ou combinado. A aplicação qualitativa requer menor quantidade de informações e a quantitativa fornece o risco por cada equipamento de uma unidade.